sexta-feira, 9 de abril de 2010

"Criatividade: como podemos nos tornar um gerador de idéias?"


A tese do Dr. Lassi Liikkanen, especialista em cognição do Instituto de Tecnologia da Informação de Heisinque, na Finlândia, é a de que qualquer pessoa pode aprimorar seu talento para a criação de idéias novas. Para isso, segundo ele, basta um pouco de técnica e bastante esforço.
Segundo o pesquisador, o básico para que as pessoas possam aumentar a sua criatividade, é melhorar o seu conhecimento sobre o tema ao redor do qual elas querem ter novas idéias.
Em sua pesquisa, Liikkanen modelou um processo de geração de idéias. Para ele, criar idéias significa que uma pessoa processa as informações memorizadas e combina essas informações de maneira nova.
É por isso que ele defende que, se a pessoa obtém informações mais profundas sobre o tema, então o seu potencial de criatividade aumenta. Quanto mais uma pessoa souber sobre o assunto, ou puder aprender com os outros, maiores chances ela terá de fazer novas combinações de conhecimento.
Em segundo lugar, vale a pena estudar diferentes métodos e técnicas, voltadas para a geração de idéias. Entre estes métodos os mais conhecidos são: Brainstorming, TRIZ, seis chapéus do pensamento, sinética e análise morfológica.
Em terceiro lugar , é necessário fazer uma boa dose de esforço para gerar idéias.
A criação de idéias não é diferente de outros trabalhos, diz o pesquisador, se você trabalhar bastante, obterá mais resultados. E se há muitos resultados, é mais provável que você encontre bons resultados no meio deles.
Um indivíduo" gerador de idéias", deve também ter a atitude correta.
Se você acha que só há uma solução correta para cada problema, isso irá limitar consideravelmente a sua capacidade de ter idéias inovadoras. A capacidade de tolerar as incertezas, faz parte da criação de idéias, lembra o pesquisador.
A tolerância a incerteza não garante a criatividade, mas é uma condição essencial para ela.

Um comentário:

  1. Oi, tudo bem ?Achei o teu blog interessante . Se puder me visite em http://sindromemm.blogspot.com

    ResponderExcluir